"A cidade é grande
Tem quatro milhões de habitantes e tu és uma só.
Em algum lugar estás a esta hora, parada ou andando,
Talvez na rua ao lado, talvez na praia
Talvez converses num bar distante
Ou no terraço desse edifício em frente,
Talvez estejas vindo ao meu encontro, sem o saberes,
Misturada às pessoas que vejo ao longo da avenida.
Mas que esperança! tenho
Uma chance em quatro milhões."

Ferreira Gullar  (via flagelo-demasiado)

(Fonte: whenyouareyoung, via nordestebrasileiro)

tuafilhagosta:

♥

(Fonte: rockandfloyd, via seeflee)


Paulo Leminski

Paulo Leminski

(Fonte: soumafase, via minuano)


Fernando Pessoa.


Fernando Pessoa.

(via cores-primarias)

nevou:

.
"

Eu vou lhe deixar a medida do Bonfim
Não me valeu
Mas fico com o disco do Pixinguinha, sim!
O resto é seu

Trocando em miúdos, pode guardar
As sobras de tudo que chamam lar
As sombras de tudo que fomos nós
As marcas de amor nos nossos lençóis
As nossas melhores lembranças

Aquela esperança de tudo se ajeitar
Pode esquecer
Aquela aliança, você pode empenhar
Ou derreter

Mas devo dizer que não vou lhe dar
O enorme prazer de me ver chorar
Nem vou lhe cobrar pelo seu estrago
Meu peito tão dilacerado

Aliás
Aceite uma ajuda do seu futuro amor
Pro aluguel
Devolva o Neruda que você me tomou
E nunca leu

Eu bato o portão sem fazer alarde
Eu levo a carteira de identidade
Uma saideira, muita saudade
E a leve impressão de que já vou tarde.

"

— Chico Buarque em Trocando em Miúdos

tempodecicero:

Via
Com Açúcar, Com Afeto

(Fonte: garbagenacht, via seeflee)

Que foto linda!

Que foto linda!

(Fonte: teddy-picker-am, via cores-primarias)